Make your own free website on Tripod.com

Napoleão e aeroplanos


Aquando das Invasões Francesas, em 1810, as tropas comandadas por Massena - um conhecido protegido de Napoleão - sacrificaram a a1deia matando 270 homens, 295 rnulheres e destruindo 110 fogos. Para além do rasto de sangue e destruição, a passagem das tropas francesas propiciou fugas e a propagação de doenças.

Os Pousos também tiveram, no século XIX, urna praça de touros. Um século depois das Invasões Francesas, uma outra visita franca, desta vez mais agradável, volta a fazer história. Um avião, o primeiro em território leiriense, pousou na charneca do Bailadouro, numa clareira aberta no pinhal, junto da estrada. Estávamos em 1913 e o aeroplano era francês. Quatro anos depois, em 1917, milhares de pessoas assistiram à aterragem e descolagem de urn biplano «Farman» da aviação militar portuguesa tripulado pelo tenente aviador António Caseiro e pelo alferes Pinheiro Correia. Foi por pouco que o Bailadouro não chegou mesmo a fer um campo de aviação. Ao longo dos tempos, a freguesia viu a sua área ser diminuída com a desagregação de parte dos lugares da futura freguesia da Boavista e de Santa Eufémia que, em 1928, formaram duas freguesias distintas.

Actualmente a freguesia possui, de acordo com os censos de 2001, urna área de 1579 hectares, cerca de 7325 habitantes e é composta pelos lugares de Arraial, Andrinos, Azabucho, Campo Amarelo, Lapa, Padrão, Ramalharia, Touria, Casal dos Matos, Silo Romão, Vidigal, Vidigal de Baixo, Vidigal de Cima, São Romão, Vale Sepal, Olhalvas e Calçada do Bravo.

Hoje os Pousos são marcados pelo dinamismo da iniciativa associativa e por uma forte presença industrial. A freguesia funciona como prolongamento da cidade de Leiria no que se refere às infra-estruturas, uma vez que acolhe escolas superiores, o Hospital e a Polícia Judiciária. Ao mesmo tempo, alguns lugares mantém caracteristicas rurais. Esta dualidade urbano/rural marca a realidade da população da freguesia que, quase três séculos após a sua formação, continua, com a construção das inúmeras vias circulares, a ser um local de passagem.

In Suplemento Pousos, Noticias de Leiria, de 28 de Março de 2003

Concelho de Leiria

Questions or Comments Please E-mail: Webmaster
Copyright © 2000 Albri Software Designer. All rights reserved.