Make your own free website on Tripod.com

Barreira


Barreira

A freguesia da Barreira é considerada uma das freguesias urbanas da cidade de Leiria. A sua àrea, 14 quilómetros quadrados, é delimitada pelas freguesias de Azoia, Cortes, Golpilheira, Leiria, Parceiros e Reguengo do Fetal. O melhor acesso para chegar até à Freguesia são as vias auto-estrada 1 (A1), auto-estrada 8 (A8) e o Itinerário Complementar 2 (IC2).

A mais arcaica povoação formou-se em torno de uma pequena Ermida, construída em 1534, da invocação do Santíssimo Salvador do Mundo.

No despontar do século XVII (1602), o Bispo D. Pedro de Castilho ordenou a construção de um novo Templo, tendo em conta, entre outros factos, o das reduzidas dimensões do primeiro, insuficientes para acolher o número de fiéis.

Em inícios do século XVIII, Barreira integrava a freguesia de S. Pedro, tendo transitado para a de Nossa Senhora da Gaiola das Cortes, em 1713, ficando alguns lugares na primeira, tais como Telheiro e Quinta da Cortiça. No ano de 1738, através da intervenção do Bispo D. Alvaro de Abranches, a Barreira foi elevada à categoria de Freguesia e recuperou os povoados anteriormente referidos.

Actualmente, a Freguesia é constituida pelos seguintes lugares: Andreus; Barreira; Cantomilo; Carvalhinha; Casal da Cortiça; Casal da Mourã; Casal Galego; Casal Mil Homens; Casal Pinheiro; Chão Direito; Cruz da Areia; Colipo; Cumeira; Hortas; Lourais; Marvila; Mourã; Palheirinhos; Pinhal Verde; Quinta do Retiro; Sobral e Telheiro. Pinho Leal, na obra Portugal Antigo e Moderno, explica a origem do topónimo Barreira escrevendo que está "situada em terreno acidentado e fértil, tem pedreiras de pedra calcária e boa argila para loiça, que é o que lhe deu nome".

Barreira orgulha-se das personalidades que, tendo nascido ou vivido no seio das suas terras, deram um importante contributo para o desenvolvimento da Freguesia e para o bem-estar da população, de que são veneráveis exemplos D. António Antunes, Bispo-conde de Coimbra, António Carlos da Costa Guerra, Visconde da Barreira e o General Oliveira Simões.

Esta Freguesia tem grandes pontos de interesse, sejam históricos, culturais ou turísticos.

Um apontamento histórico que marcou e ainda marca a Freguesia é a estrada real da Mala-Posta que no seio da Freguesia abrange os lugares de Moura e Casal da Cortiça. Esta via de comunicação ligou durante muitos anos as duas maiores cidades de Portugal - Lisboa e Porto.

A arquitectura fontenária da freguesia é outro dos aspectos que privilegiam a Freguesia. Com Fontes nos lugares de Casal da Mourã, Telheiro, Pinhal Verde, Marvila, Barreira e Sobral, esta localidade possui failles desenhadas por Emilio Korrodi, filho de Ernesto Korrodi, como é o exemplo do lavadouro e fonte do Sobral.

Actualmente, com uma população superior a 3300 residentes, a Freguesia da Barreira oferece ainda o seu património edificado, religioso e civil, de que se destacam: Igreja Matriz da Barreira, com um portal equilibrado e bem composto, tectos de abóbada estucada e cinco belos altares, o mor, dois laterais e dois colaterais; Igreja do Sobral; Igreja do Telheiro; Igreja da Mourã; Solar do Visconde, com árvores únicas no distrito de Leiria, constituído por quatro pisos, onde se destaca a do Salão Nobre e a Capela; o Solar Oliveira Simões, Ruinas de Colipo e algumas mas características da Freguesia, com especial destaque para os lugares da Barreira, da Mourã, do Telheiro e do Sobral.

No que respeita as belezas naturais, mencionam-se as zonas protegidas junto ao rio Lena, um primoroso pinhal e as fabulosas panorâmicas que se obtêm do alto do lugar de Andreus.

Adélio Amaro


In Revista Barreira, Noticias de Leiria, edição 206, de 06 de Junho de 2003

Localidades do Concelho de Leiria

Questions or Comments Please E-mail: Webmaster
Copyright © 2000 Albri Software Designer. All rights reserved.